Roger volta aos treinos no Botafogo, apenas um mês após retirar tumor

A novela chegou ao fim: Roger, jogador do Botafogo, que comoveu o Brasil após anunciar que retiraria-se dos gramados por conta de um tumor, já retornou aos treinamentos. É que o tumor era benigno, e o procedimento cirúrgico foi realizado com sucesso, levando o avante do Alvinegro a recuperar-se e voltar a sua rotina normal em 30 dias.

O jogador anunciou ser o dia mais especial de sua carreira, uma espécie de recomeço, ao adentrar na academia do Estádio Nilton Santos, onde esteve, nesta terça, dia 7 de novembro, para o primeiro dia de recuperação física após a cirurgia – Roger perdeu 4 quilos neste tempo em que ficou parado, e será necessário um trabalho de reforço muscular para que possa voltar a atuar em alto nível ainda nesse ano.

Roger também havia emocionado todos os amantes do futebol quando sua filha, Giulia, deficiente visual, foi alvo de reportagem no programa “Esporte Espetacular”, da Rede Globo, onde pode “sentir” pela primeira vez um gol de seu pai, em uma placa em 3D em que foi impresso um gol do jogador. Na ocasião, a menina também pôde entrar com seu pai em campo em um jogo entre Botafogo e Avaí, e teve seu nome gritado em uníssono pela torcida da casa no Engenhão.

Retomando agora os treinamentos, o atacante de 32 anos, que tem contrato até o final de 2017 com o Botafogo, explica que já houve contato por parte do clube para uma possível renovação. Explica ele que foi feita proposta pela diretoria do Glorioso e uma contra-proposta de parte dele, e que a negociação está em andamento, sendo o Botafogo prioridade em suas opções de onde atuar a partir de 2018.

Por fim, Roger ainda aposta na classificação do time para a Libertadores da América do ano que vem, para que o clube siga fazendo história no certame – na atual temporada, o Botafogo fez sua melhor campanha na principal competição de clubes da América do Sul, ao ser eliminado pelo Grêmio nas quartas de final do certame. O momento é de unir forças com a torcida e buscar esta vaga, e a melhor colocação possível no Brasileirão – espera-se que, ainda este ano, com a ajuda de Roger.

Mais informações acerca de Roger e do Botafogo podem ser encontradas no site oficial do clube.

 

Como a área da saúde tem empregado a tecnologia nos seus atendimentos, por Jorge Moll

Inovações do Vale do Silício tem feito dos Estados Unidos o principal país a aliar a medicina aos avanços tecnológicos. Situação semelhante, contudo, é vista em outros países, ainda que o grande destaque venha sempre da nação americana, noticia Jorge Moll Neto, que responde pela presidência, no Grupo D’oR, de um setor encarregado por ensinar e pesquisar assuntos da área da saúde. Para ilustrar o emprego de dispositivos tecnológicos em atendimentos médicos, uma verdadeira sumidade no assunto desembarcou no Brasil. Trata-se de Albert Chan, um médico que fez uma série de palestras sobre o tema.

Jorge Moll enfatiza que seu colega americano trabalha para uma rede de saúde que é apontada como de grande expressividade em seu país, a Sutter Health. Na empresa, ele ocupa o cargo de presidente e sempre que possível, realiza explanações sobre considerar a tecnologia um diferencial para a melhoria dos atendimentos prestados. Lembrada justamente pelo grande emprego de mecanismos tecnológicos, a instituição onde ele responde pela presidência serve como referência para ilustrar suas palestras.

Ao falar sobre o Google Glass, Chan trouxe à tona um problema recorrente dentro de hospitais e outros estabelecimentos de saúde. Trata-se do fato dos profissionais perderem muito tempo envolvidos na busca de prontuários e outros documentos dos pacientes que são atendidos. Com o mecanismo, Jorge Moll informa que o palestrante disse haver o resgate de dados ao se empregar apenas comandos de voz, fazendo com que as atenções da equipe não sejam desviadas por atividades administrativas, por exemplo.

Aplicado também em outros segmentos, o Google Glass é para Chan algo que veio para modificar a maneira como algumas interações humanas ocorrem no cotidiano de empresas, sobretudo as de saúde. Uma melhora considerável pode ser sentida na interação entre os pacientes e os profissionais que os atendem, pontua o médico. O recurso tecnológico é, de acordo com a experiência do americano, algo que agiliza o andamento dos atendimentos e os torna mais seguros, promovendo maior satisfação por parte tanto de quem atende quanto dos usuários desses serviços.

O armazenamento de dados pelo Google Glass se dá de maneira bem estruturada, destaca Chan. Dessa forma, as informações de cada usuário ficam disponibilizadas à equipe e podem ser consultadas no momento em que se desejar. O médico americano lembrou que outros equipamentos também estão fazendo com que a área da saúde se torne mais eficiente e humanizada. Dentre os dispositivos citados por ele, Jorge Moll salienta que os já conhecidos smartphones, bem como tablets são de grande valia, uma vez que permitem a utilização de aplicativos que têm inovado os atendimentos médicos em diversas nações.

Como em outros tipos de empreendimento, os da área da saúde demandam diversos outros recursos para que sejam colocados em prática, ponderou Chan em uma de suas palestras. Jorge Moll reporta que o americano acredita em parcerias e investimentos empregados a fim de que a tecnologia possa ser adequadamente inserida em estabelecimentos médicos. A presença da colaboração de startups também pode ser uma saída para que a questão seja mais facilmente solucionada, complementa o palestrante.

 

Uma pesquisa avaliou as expressões visuais dos cachorros e os resultados impressionam

Uma pesquisa recentemente noticiada no Scientif Reports teve o objetivo de provar que os cães transmitem mensagens através de expressões no rosto e em mimicas. O entendimento atual é que as reações caninas são apenas baseadas nas emoções que os animais estão sentindo no momento, por exemplo, baixar as orelhas quando esta com medo ou abanar o rabo quando está animado.

Juliane Kaminski, da Universidade de Portsmouth, localizada na Inglaterra, é uma das responsáveis por esse estudo e afirma que além dos cachorros reagirem à atenção humana, a pesquisa demostra que as expressões caninas podem ter significados mais profundos.

Para obter esse resultado, Juliane e os demais colaboradores realizaram testes com 24 cães de raças distintas, com no mínimo 12 meses de vida e no máximo 12 anos, todos eram acostumados ao convívio doméstico. Eles realizaram filmagens focadas nas expressões desses animais, e testaram as suas reações quando um humano ficava perante a eles em posições diferentes: de frente, de lado, de costas, e suas reações quando a pessoa ficava atenta a eles ou ignorando-os.

A conclusão que eles chegaram após analise dos vídeos foi que os músculos da face do cachorro se mechem mais, quando a pessoa esta atenta, comentou a Juliane Kamiski. Ela diz ainda que o famoso “olhar de coitadinho” é a expressão mais repetida. Eles verificaram também que os cães são menos expressivos quando estão perante algum alimento.

Os estudiosos acreditam que na frente de um humano, o cachorro demostra mais do que apenas uma mera reação emotiva. A pesquisa concluiu que os descendentes de lobos são reagentes a atenção de humanos e que suas expressões são uma tentativa de se comunicar, diz a Juliane.

No entanto, ela ressalta que ainda é muito cedo para afirmar que o “olhar de coitado” é usado de forma deliberada para conseguir algo do seu dono. Segundo o trabalho divulgado, eles não possuem dados para afirmar sobre uma suposta consciência do cachorro sobre os sentimentos do seu dono, esse comportamento é considerado ser um nível de inteligência mais complexa, própria de humanos.

 

Os seis maiores palácios encontrados no planeta

Diversos grandes palácios podem ser encontrados pelo mundo todo, mas para se definir quais são os maiores do planeta é mais complicado, já que cada país usa diferentes referências para determinar que os seus palácios são os mais bonitos e maiores do mundo. Alguns acreditam que para ser um palácio, ele deve ter sido pelo menos uma vez a residência real. Outros acreditam que palácio é a morada oficial de um presidente, um monarca, um arcebispo ou um bispo. Os maiores palácios do planeta, segundo um consenso comum são:

Palácio do Parlamento, Bucareste, Romênia – Atualmente esse palácio é a sede do Parlamento do país. Ele é considerado o maior palácio do planeta, mas também possui outros títulos, como a edificação mais pesada, a quarta maior construção, o segundo maior prédio administrativo e um dos prédios mais caros do mundo. Ele possui uma área de 330.000 m² e começou a ser construído em 1984, mas até hoje não está totalmente finalizado. Das 1.100 salas desse palácio, somente 400 salas e duas salas que são usadas para reuniões, estão totalmente prontas e são usadas.

Palácio Imperial de Hofburg, Viena, Áustria – Esse palácio já abrigou algumas das mais importantes personalidades da história da Áustria, como reis e regentes do império austro-húngaro. Ele possui 2.600 cômodos, distribuídos em 240.000 m².

Palácio do Louvre, Paris, França – Esse palácio foi construído para ser uma fortaleza, na Idade Média. No séc. XIV, ele começou a ser usado pelos reis franceses, como o seu palácio principal na cidade parisiense. Ele possui 210.000 m² e atualmente abriga  o museu mais visitado do planeta.

Ak Saray, Ancara, Turquia – Com uma área de 200.000 m², esse palácio possui cerca de 1.150 quartos, várias casas anexas para hóspedes, bunkers para todos os tipos de ataques, um centro de congresso, jardim botânico e parque. Esse palácio é a residência oficial do presidente da Turquia.

Rashtrapati Bhavan, Nova Deli, Índia – Esse é o palácio oficial do presidente indiano. Localizado em Nova Deli, ele possui um espaço total de 200.000 m².

Istana Nurul Iman, Bandar Seri Begawan, Brunei – Esse palácio quando foi terminado, em 1984, ele era a maior residência única familiar e também o palácio residencial, com as maiores dimensões do planeta. Esse palácio é onde mora o Sultão de Brunei e é a sede do governo desse país.

 

Alguns dos países que apresentam mais terremotos no mundo

Atualmente o mundo não possui nenhuma tecnologia que possa prever, quando um país vai ser assolado por um grave terremoto. Alguns dos países onde ocorrem essas calamidades naturais, e onde a sua população precisa estar sempre preparada, são:

Japão – Nesse país já ocorreram diversos terremotos de magnitudes bem altas. Em 2011, aconteceu um dos seus piores tremores, chegando a uma magnitude de 9,0 pontos da escala Richter e causou um tsunami, que assolou uma parte da costa japonesa do Oceano Pacífico, causando um acidente na usina nuclear de Fukushima.

Nepal – Esse país também fica em uma área propensa a terremotos, e segundo estudos um habitante dessa região tem duas vezes mais possibilidade de morrer em um tremor de terra, do que outro cidadão no planeta. O país já presenciou terremotos com magnitudes bem altas, como em 2015 de 7.8 na escala Richter e em 1934, o maior de todos com 8.2 na escala Richter.

Índia – Esse país já presenciou diversos terremotos com muitas vítimas, sendo que o principal fator da causa desses terremotos, é a movimentação da placa indiana de 47 mm/ano. Essa movimentação das placas tectônicas no país, também já ocasionaram um tsunami nos estados localizados na parte sul do país.

Equador – Apresentando vários vulcões em atividade, esse país acaba sendo um lugar com grandes probabilidades de apresentar terremotos de altas magnitudes. Esse país se encontra entre duas placas tectônicas, a de Nazca e a sul-americana.

Filipinas – Localizada na beira da placa tectônica do Pacífico, conhecida também como Círculo de Fogo do Pacífico. Alguns tremores de magnitude altas acarretaram erupções vulcânicas no passado, deixando vítimas fatais e feridos.

Paquistão – Esse país fica localizado em cima das placas tectônicas da Índia e da Eurásia. O Paquistão tem sido acometido por diversos terremotos com magnitudes bem altas, deixando vítimas fatais, além de muitos desabrigados e feridos.

El Salvador – Esse país vem sendo vítima de vários terremotos, que registraram no passado magnitudes altas desses tremores.

México – Esse país está localizado em cima de três placas tectônicas, sendo uma das  regiões com a maior incidência de tremores  sísmicos do mundo. O país também teve diversos vulcões entrando em atividade, em consequência das movimentações das placas tectônicas.

 

Amazon começa a vender celulares e outros eletrônicos em seu site no Brasil

 

Os consumidores brasileiros agora também poderão comprar aparelhos eletrônicos pelo site da Amazon no Brasil. A empresa, que comercializou apenas livros por quase cinco anos no país, anunciou em Outubro a inclusão de novas categorias de venda com acessórios, celulares, televisores, tablets e vários outros produtos eletrônicos.

A loja eletrônica proporciona a compra através da plataforma marketplace, ou seja, por meio de terceiros e parceiros comerciais. Entretanto, a gigante varejista online promete intermediar as compras com garantias próprias na transação, oferecendo um sistema seguro de compra, parcelamentos sem juros, acompanhamento de entrega e resolução de problemas pelo site.

De acordo com a Amazon, a expansão incluiu mais de 110 mil produtos diferentes em seu catálogo no site brasileiro. Os eletroeletrônicos poderão ser vendidos tanto por pessoas físicas quanto jurídicas, após uma análise de cadastro pela equipe da empresa. As ofertas seguem o mesmo esquema da Amazon internacional: os produtos podem ser novos ou usados, e o vendedor tem autonomia para decidir sobre seu preço.

A inclusão de artigos eletrônicos no site chega em um momento estratégico para alavancarem as vendas com a Black Friday 2017. Após o anúncio da expansão da Amazon no comércio eletrônico brasileiro, seus concorrentes sofreram um impacto na Bolsa de Valores. Ações da B2W, Magazine Luiza e Mercado Livre recuaram ao menos 14%.

Alex Szapiro, presidente da Amazon no Brasil, se diz confiante com o novo investimento da empresa no país. Em entrevista ao InfoMoney, ele destaca que o sistema de avaliação das transações realizadas pelos clientes permite que os consumidores tenham mais segurança na compra por meio do marketplace.

“A Amazon tem uma cultura muito ‘customercentric‘, ou seja, muito focada no cliente e, para nós, abrir esse marketplace de eletrônicos significa ter a certeza que temos os melhores vendedores”, disse o executivo.

Apesar da expansão, a Amazon ainda continua tímida em comparação a outras varejistas online no Brasil. Até o momento, não é possível realizar pagamentos por boleto bancário, o que restringe uma parcela dos consumidores.

Estudo diz que baleias e golfinhos possuem vida social parecida com os humanos

Uma nova pesquisa realizada pela Universidade de Manchester, no Reino Unido, mostra que as baleias e os golfinhos (cetáceos) têm vidas sociais semelhantes com as dos seres humanos, com grupos sociais, relações complexas, dialetos regionais e conversas individuais. Tudo graças ao cérebro desenvolvido.

O estudo analisou 90 espécies diferentes de golfinhos, baleias e botos coletados pela equipe internacional de cientistas, tornando este o primeiro estudo a reunir um grande conjunto de dados sobre o tamanho do cérebro e o comportamento social dos cetáceos.

A pesquisa, publicada na revista científica Nature Ecology & Evolution, relaciona esses comportamentos sociais avançados ao tamanho e a expansão do cérebro dos cetáceos, tecnicamente conhecido como encefalização, ou relação entre o tamanho do cérebro de um animal e sua massa total.

Os cientistas encontraram uma longa lista de semelhanças comportamentais compartilhadas com os seres humanos, incluindo o trabalho em conjunto para o benefício mútuo, o ensinamento de um ao outro sobre como caçar e como utilizar ferramentas, além da caça cooperativa.

Foi descoberto também que os cetáceos utilizam vocalizações complexas, incluindo dialetos de grupos regionais, e produzem “sons de identificação” únicos que atuam como nomes.

Outros comportamentos observados incluem jogos sociais, cooperação com seres humanos e outras espécies, e cuidado aloparental – quando um adulto cuida de indivíduos jovens que não são seus filhos.

Os cetáceos encontrados em grupos menores ou por conta própria tinham os cérebros menores, o que sustena a ideia de que esses animais, como os humanos, aprendem muito mais coletivamente e se tornam mais inteligentes em grupos.

Essa descoberta vai ao encontro da hipótese de que o cérebro das baleias e golfinhos se desenvolve mais quando os animais são expostos a ambientes sociais complexos e ricos em informações. “Infelizmente, eles nunca imitarão nossas grandes cidades e tecnologias porque não evoluíram polegares opositores”, diz a pesquisadora evolucionista da equipe Susanne Shultz.

De acordo com os pesquisadores, esse estudo não trata apenas de olhar a inteligência de baleias e golfinhos, mas também possui importantes ramificações antropológicas, podendo ensinar mais sobre nossa própria evolução, bem como os comportamentos sociais desses animais marinhos.

Homossexuais são rejeitados em Homocentro de DF por serem ativos sexualmente

Após uma decisão do STF que saiu 19/10, uma quinta-feira, Hemocentros têm permissão legal para rejeitar doação de ‘homens que transaram com homens’. Noticia que abalou muitas pessoas, que alegam que tal decisão reforça preconceitos. Com isso muitos homossexuais relataram sua indignação, já que nos últimos anos as instituições fecharam as portas para essas pessoas.

O Ministério da Saúde permitiu que muitas instituições não atendessem doadores homossexuais, fazendo com que todos os bancos de sangue do país os rejeitassem.

A regra diz que para que um homossexual possa doar sangue, ele precisa passar no mínimo 1 ano inativo sexualmente.

As normas dizem que a população gay é “um risco”. Segundo os criadores da norma, eles podem transmitir vírus como hepatites e HIV através da transfusão, mas especialistas da área da saúde desmentem a tese e dizem que a decisão é moralista e muito exagerada.

Um homossexual de 23 anos, conhecido como Marcondes Reis, havia se voluntariado para a doação de sangue, mas se surpreendeu quando o médico não permitiu que o procedimento acontecesse. Segundo ele, o profissional da saúde havia perguntado sobre sua sexualidade e Marcondes contou que tinha um namorado no qual já estava junto a 12 meses. Foi quando o médico interrompeu o procedimento afirmando que não era possível continuar. “Eu recebo ordens”, ele disse. “Não posso continuar o procedimento e muito menos fazer algo por você.”. Mesmo depois de tentar insistir, Marcondes teve que se retirar do estabelecimento sem concluir o procedimento.

“Ainda tentei insistir bastante. Aleguei que eu fazia sexo com camisinha e que possuía um parceiro fixo. Mesmo assim ele rejeitou sem demonstrar nenhuma empatia. Além disso eu sei que não possuo nenhuma doença, pois realizei exames recentemente. E mesmo assim foi inútil argumentar.”, afirmou Marcondes.

Nunca mais ele voltou no Homocentro depois desse episódio. Além disso, ele afirmou que muitos de seus amigos passaram pelo mesmo problema, alguns inclusive tiveram que esconder o fato de que eram homossexuais para conseguirem doar.

Jorge Pinto (Diretor executivo do Homocentro de Brasília) diz que as entrevistas que são realizadas com os voluntários, não possuem preferências sexuais.

 

Relatório do FMI aponta para uma retomada na economia brasileira em 2017

O FMI – Fundo Monetário Internacional – revisou as projeções de crescimento econômico para o Brasil para mais até o fim de 2017. Um dos motivos que fizeram o FMI revisar as projeções para mais, foi o ótimo desempenho no setor agrícola nos primeiros seis meses deste ano, somados a um maior consumo interno.

Um relatório de Perspectivas para a Economia Mundial, apresentava projeções de crescimento para a economia brasileira medida pelo PIB – Produto Interno Bruto – de 0,2% em abril deste ano. Após a revisão do relatório pelo FMI, o Brasil deve crescer 0,7% este ano.

Essa estimativa revisada e divulgada no dia 10 de outubro de 2017 é equivalente a divulgada pelo BC – Banco Central no Relatório de Inflação, que foi divulgado pelo banco no final do mês de setembro deste ano. Esse número divulgado pelo FMI também se iguala ao número apresentado pela CNI – Confederação Nacional da Indústria.

Para o ano que vem, o FMI estima que o crescimento da economia brasileira esteja em torno de 1,5% após a revisão. No mês de abril deste ano, o número projetado para o crescimento da economia brasileira em 2018 era de 1,7%. O FMI também havia revisado os números da projeção de 2018 para 1,3% após a aprovação da reforma da Previdência.

O FMI apresenta dois fatores decisivos para uma retomada da economia brasileira em 2017: uma colheita considerada recorde e que impulsionou o setor agrícola nos primeiros seis meses deste ano, e a liberação dos valores do FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – das contas inativas. “No Brasil, o desempenho forte das exportações e a diminuição do ritmo da contração na demanda doméstica permitiram que a economia retornasse ao crescimento positivo no primeiro trimestre de 2017, após oito trimestres de declínio”, diz o relatório do FMI.

As incertezas no cenário político do país e o tempo que as reformas propostas pelo governo tendem a demorar, são riscos que o país corre para sua recuperação econômica devido a tais obstáculos. “No Brasil, enfrentar os gastos obrigatórios insustentáveis, inclusive por meio da reforma do sistema de aposentadorias, é de importância de primeira ordem para restaurar a forte confiança e promover o crescimento sustentado de investimentos privados”, informa o relatório do FMI.

 

Conheça mais sobre a vida e a carreira do empresário José Auriemo Neto

O executivo José Auriemo Neto, conhecido pelos amigos como Zeco, é nascido e criado na cidade de São Paulo, e desde muito jovem já trabalhava na empresa da família, a incorporadora JHSF, auxiliando o seu pai, Fábio Auriemo, no comando dos negócios. Com a experiência adquirida, Zeco pôde se tornar o presidente da empresa com apenas 27 anos, assumindo assim uma das maiores incorporadoras do país.

Durante a juventude, José Auriemo Neto já se destacava por seu caráter empreendedor e vontade de conhecer o mundo. Isso foi o que o motivou a fazer parte da Convivência Internacional de Jovens, que foi sediada no Japão, e também a morar por algum tempo na Bélgica, onde treinou Hipismo com o renomado cavalheiro Nelson Pessoa Filho.

Na idade de começar a faculdade, José Auriemo Neto preferiu cursar Engenharia na Faap (Faculdade de Engenharia de São Paulo). Entretanto, próximo do término do curso, Zeco optou por trancar a faculdade e acompanhar o pai em sua rotina na JHSF, descobrindo que era esse o caminho que realmente queria seguir.

A partir da década de 90, quando a JHSF começou a se dedicar quase integralmente a incorporação, a empresa se desenvolveu de modo veloz e consistente, alcançando as maiores do Brasil nesse setor. Como resultado, a corporação está presente em várias cidades do interior de São Paulo, e também em Manaus, Salvador e inclusive Punta del Este, no Uruguai. Os projetos da empresa incluem prédios comerciais para serem locados, shopping centers e condomínios de veraneio, como o Shopping Metrô Tucuruvi, o Catarina Fashion Outlet e o condomínio Las Piedras.

Ao assumir o comando da empresa, José Auriemo Neto identificou grande potencial no mercado da incorporação de alta renda, o qual se expandia nos anos 2000. Por esse motivo, a empresa idealizou o Parque Cidade Jardim, um enorme complexo de luxo localizado na Marginal Pinheiros, uma região da capital paulista vista por vários analistas como imprópria para conter um complexo dessa magnitude.

Mesmo com as críticas e descrença em relação ao projeto, o executivo insistiu em sua ideia e comprou o terreno para a construção do complexo, também conhecido como “empreendimento multifunções”, o qual consistia em um amplo espaço com maia de 80 mil metros quadrados. A partir desse momento, a JHSF apostou na viabilização do complexo Parque Cidade Jardim, trabalhando por anos até a sua finalização. Após ser concluído, no ano de 2006, a estrutura do local foi formada por um imenso shopping center, várias torres residenciais, quatro edifícios comerciais, restaurantes e uma sede da rede de hotéis de luxo Fasano.

Além de se destacar por sua vida profissional de sucesso, José Auriemo Neto construiu família junto da esposa, a administradora Mariana Landmann Auriemo, Zeco possui um casal de filhos, Antônio e Olivia, com quem ele se esforça para passar o seu tempo livre, apesar de sua rotina de trabalho atarefada. Também nas horas vagas, o empresário gosta de praticar golfe, esporte que ele descobriu apreciar depois de adulto.