Jorge Moll reporta sobre a importância da tecnologia para a medicina nos dias de hoje

A inovação tecnológica em prol da saúde tem se tornado uma tendência cada vez maior em esfera mundial. Nos dias de hoje, os avanços na medicina estão diretamente conectados as vantagens trazidas pela tecnologia. Nos Estados Unidos, principalmente no chamado Vale do Silício e nas demais regiões situadas no norte da Califórnia, os impressionantes avanços diários que ocorrem na tecnologia digital estão impactando profundamente o segmento da saúde, expandindo os horizontes da área e trazendo respostas até então inéditas, reporta o presidente do Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino, Jorge Moll Neto.

Um dos maiores exemplos dessa tendência é o Dr. Albert Chan, vice-presidente de inovação da Sutter Health, que é uma das maiores redes de assistência médica dos Estados Unidos. Há alguns anos, a instituição tem investido continuamente na inserção de tecnologias de ponta em sua rotina de trabalho e recentemente, o médico veio ao Brasil com o intuito de debater esse tema.

Na ocasião, Dr. Albert Chan realizou palestras no país demonstrando como o uso da tecnologia tem o poder de transformar a forma como os pacientes são tratados e atendidos atualmente, informa Jorge Moll Neto. O Google Glass, o óculos do Google, é uma dessas ferramentas que já estão sendo implantadas em consultórios médicos para auxiliar os profissionais da área. Entre as funcionalidades do Google Glass, por exemplo, está a possibilidade de resgatar todas as informações e o histórico médico de um paciente com um simples comando de voz.

Entre os benefícios observados com o uso dessa tecnologia, está uma interação mais humanizada e amigável entre os pacientes e os médicos, a oportunidade do médico dedicar mais atenção aos pacientes pois não precisa mais perder parte do seu tempo consultando históricos e lendo informações passadas, além de prescrever com mais segurança e certeza as suas avaliações médicas.

Após as consultas que fazem uso dessa ferramenta, o conjunto de informações identificadas pelos médicos são estruturadas e, em seguida, devidamente revisadas pelo profissional, o que possibilita uma melhoria na produtividade e também na experiência do paciente durante a consulta, noticia Jorge Moll Neto.

Além disso, os tablets e smartphones estão se tornando cada vez mais importantes para a medicina. Aplicativos desenvolvidos especialmente para auxiliar os pacientes permitem que os usuários tenham um acesso rápido e fácil ao seu histórico médico, possibilitando ainda que as consultas sejam marcadas pelo aplicativo, sem ser preciso ligar e ficar esperando por atendimento em um sistema de call center, reporta Jorge Moll Neto.

Iniciativas como essas, relacionadas ao uso da tecnologia, serão cada vez mais importantes no futuro da medicina, mas também já fazem parte do presente. Isso significa que vários setores de saúde no país, como as redes hospitalares, as startups do ramo e seus empreendedores, investidores de capital, instituições de ensino e pesquisa públicas e privadas, possam se engajar e colaborar de forma ainda mais substancial para o desenvolvimento das inovações médicas em todo o país, noticia Jorge Moll Neto, presidente do Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino.

E para acelerar ainda mais esse projeto, um dos métodos mais eficazes são as parcerias, através da qual o compartilhamento de novas tecnologias pode se espalhar mais rapidamente por vários setores.